segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A verdade de cada um!

Somos seres individualistas que teimamos em viver metidos numa coletividade estranha para nós, ou seria o contrário? Pois bem, a única coisa que nos pertence, verdadeiramente, é a nossa verdade. Não aquelas verdades universais, como a gravidade, a violência, o suco de laranja e a ressaca. A verdade unicamente nossa é aquela que nos difere dos outros, nos torna únicos, libertos e independentes. Às vezes ela vem disfarçada como opinião, confundida com gostos ou camuflada como "birras" e exageros, mas não deixa de ser verdade, a nossa verdade...

Ah! Sem desespero! Nossas verdades são tão estáveis como um bêbado sentado num touro mecânico! Elas mudam conosco, quando mudamos diariamente com a vida.O que, para nós, hoje é a verdade mais verdadeira que existe, daqui a um segundo pode-se tornar a maior inverdade já contada. O importante é não morrer abraçada nela! E falar nisso, qual a sua verdade hoje?

Nenhum comentário:

Postar um comentário